repositório

Novidades da Biblioteca do Bardo

Não sei se você está sabendo, mas ano passado configurei uma biblioteca de livros digitais em livros.cordeis.com. O mais bacana é que ela oferece um catálogo OPDS, que pode ser inserido em leitores de livros digitais para você ter acesso automático ao conteúdo de lá. O endereço do OPDS é http://livros.cordeis.com/feed.php.

Quando anunciei aqui, só tinha 2 livros. Hoje já tem 18, sendo que 5 não são exatamente livros e 3 livros são de outra autoria, de Domínio Público. Os livros estão disponíveis em PDF e EPUB.

Estou, aos poucos, publicando esse conteúdo nesta biblioteca, no Wattpad, no Issuu e no Archive. Futuramente retirarei este conteúdo do blog, deixando-o só nesses lugares.

Biblioteca OPDS

Livros OPDS

OPDS vem de Open Publication Distribution System. Trata-se de um catálogo de livros (ou publicações em geral). O bacana é que não é um catálogo para usuários, diretamente, mas sim para programas.

Muitos leitores de livros digitais (ebook readers, principalmente para smartphones) permitem adicionar catálogos e, uma vez com eles adicionados, permitem navegação, buscas, leituras de sinopse e download dos livros lá constantes. Isso é legal!

Já faz um tempo que pretendo botar no ar um catálogo desses, mas ainda não tinha encontrado uma forma legal e prática. Até agora.

Já está no ar a Biblioteca Cordéis.com. Por enquanto tem quase nada lá, mas aos poucos eu pretendo colocar os livros que tenho aqui no site para lá (aproveitando e disponibilizando tanto em PDF como em ePub). Para entrar nessa biblioteca basta adicionar o endereço livros.cordeis.com/feed.php no seu leitor de livros digitais. Se você entrar diretamente em livros.cordeis.com pelo navegador, poderá navegar e baixar livros por lá também, de forma direta.

É isso aí! Para quem gostou dessa ideia e pretende fazer uma também, segue a dica: estou usando LibreOffice, Calibre e COPS.

Como hospedar projetos no Sourceforge

Há muito tempo eu desenvolvi um projeto para auxiliar novos desenvolvedores. Eram muitas idéias, entre elas: manuais de uso do Sourceforge, do Código Livre (hoje extinto, ao que parece) e de outros servicos; uma estrutura de tutoria para botar mais gente nos projetos, softwares de apoio para projetos, enfim, coisa demais para uma pessoa fazer sozinha. Como é comum, quando vêem alguém fazendo muita coisa sozinho, ao invés de ajudar pra que dê certo (se é para o bem de todos), a maioria das pessoas compra pipoca e se senta para assistir, apostando no sucesso ou fracasso da iniciativa com seus vizinhos. Assim foi que o projeto fracassou, mas ainda hoje penso que se trata de uma boa idéia (embora se alguém quiser fazer algo assim hoje, não tenho o tempo que tinha antes para participar. Este projeto era a Academia Código Livre.

Com o Código Livre foi embora tudo o que tinha na Academia (que acho que já estava fora do ar mesmo antes disso), incluindo manuais (que além de incompletos, já estavam desatualizados).

Pelo menos quanto ao manual, menos mal. Ribamar FS fez um manual enxuto e novinho pra quem quer usar o Sourceforge. Confiram lá!