3 abr 2013

Instaladores do CyanPack

Submitted by bardo

Vez em quando o CyanPack inclui algum software livre que é disponibilizado apenas como Zip, que deve ser extraído e executado diretamente.

Esse tipo de arquivo é bastante problemático quando levamos em conta instalações de computadores para vários usuários. Por isso resolvi criar coragem e estudar criação de assistentes de instalação.

Usando o Inno Setup, que é muito bacana, criei instaladores para os zips atuais. O CyanPack 13.1 traz instaladores feitos em casa para:

  • KeePassX - Gerenciador de senhas
  • uGet - Gerenciador de downloads
  • Xournal - Programa de anotações (inclusive em PDF)

Ainda está sendo construída aos poucos, mas estou colocando no ar o projeto CyanPack dentro do Sourceforge. Quem quiser baixar algum desses instaladores, basta acessar a sessão files do CyanPack lá.

Special: 
2 abr 2013

CyanPack 13.1 - Cassette

Submitted by bardo

CyanPack 13.1 - Cassette

  • Criados instaladores para os softwares que eram distribuídos em Zip: KeePassX, uGet e Xournal.
  • Partindo para Python 3.
  • Trisquel Mini 6.0 (Toutatis). Login trisquel, sem senha.
  • Acrescentado Ekiga 4.0.1
  • Atualizados Firefox 19.0.2, Geany 1.23, Gimp 2.8.4, Klavaro 1.9.7, LibreOffice 4.0.1, LibreOffice Magazine #3, Pidgin 2.10.7, Qbittorrent 3.0.9, Revista Espírito Livre #41, #42 e #43, Revista Nintendo Blast #41, Revista PlayStation Blast #9, Thunderbird 17.0.4
  • Removido Ultra VNC

Finalmente, depois de meses de espera, temos o Trisquel 6.0, de codinome Toutatis. Para a versão 13.1 do CyanPack, pensei em oferecer outra interface. Primeiro tentei o Cinnamon. Foram várias tentativas frustradas, principalmente com problema na performance. Então decidi deixar o Cinnamon de lado e partir para o LXDE, saindo do Trisquel para o Trisquel Mini.

O Trisquel fornecido junto com o CyanPack não é o mesmo Trisquel que se baixa no site oficial da distribuição. Ele é personalizado de modo a oferecer os mesmos programas que o CyanPack oferece para Windows. Se rodando o DVD no Windows você pode instalar o Pidgin e o Evince, por exemplo, tanto o Pidgin quanto o Evince estarão instalados no Trisquel, se você reiniciar o computador a partir do DVD.

Assim, o Trisquel Mini que é oferecido também traz os mesmos aplicativos a que o usuário do CyanPack está acostumado. O único ponto negativo que encontrei foi o autologin, que não está funcionando. Quando iniciado pelo DVD, o Trisquel vai pedir usuário e senha: basta colocar trisquel no usuário e deixar a senha vazia. De qualquer forma, esse comportamento é algo que pretendo corrigir para a próxima versão.

Além do Trisquel 6.0 Mini, temos algumas outras mudanças também relevantes: a inclusão do "telefone pela internet" Ekiga; e a criação e inclusão de instaladores para KeePassX, uGet e Xournal, no Windows.

Então é isso! Segue o CyanPack+Trisquel como uma distribuição de softwares livres singular e uma boa alternativa para installfests. ;-)

Baixe CyanPack 13.1

Visite também o forum do projeto.

Softwares desta edição:

Software

Versão Windows

Versão Trisquel

Licença

7-Zip

9.20

Use o File Roller

GNU LGPL

Audacity

2.0.3

2.0.0

GNU GPL

Ekiga

4.0.1

3.3.2

GNU GPL

Evince

2.32.0

3.4.0

GNU GPL

FBReader

0.12.10

0.12.10

GNU GPL

Firefox

19.0.2

19.0.0

MPL

Geany

1.23

0.21

GNU GPL

Gimp

2.8.4

2.6.12

GNU GPL

Gtk2 Runtime

2.24.10

3.4.2

GNU LGPL

InfraRecorder

0.53

Use o Brasero

GNU GPLv3

Inkscape

0.48.4

0.48.3

GNU GPL

KeePassX

0.4.3

0.4.3

GNU GPL

Klavaro

1.9.7

1.9.3

GNU GPL

LibreOffice

4.0.1

3.5.7

GNU LGPLv3

MD5 Summer

1.2.0.05

Use md5sum

GNU GPL

Miro

5.0.4

4.0.4

GNU GPL

Pidgin

2.10.7

2.10.3

GNU GPL

Python

3.3.0

2.7.3

PSF

Qbittorrent

3.0.9

2.9.7

GNU GPL

SpeedCrunch

0.10.1

0.10.1

GNU GPL

Thunderbird

17.0.4

17.0.4

MPL

uGet

1.10.3

1.8.0

GNU LGPL

VLC

2.0.5

2.0.5

GNU GPL

Xournal

0.4.7

0.4.6

GNU GPL

Zim

0.59

0.54

GNU GPL

Special: 
1 abr 2013

Espaço-Tempo

Submitted by bardo

O que é viajar através do espaço-tempo
Na via-mor ouvir uivando o vento
Que ladra mas não sopra

O que é viajar senão
Ao som daquela canção
Sonhar com o que já passou
Desejando o que não tem mais volta

E quem precisa de uma astronave
Tendo nove sonhos vivos

-- Cárlisson Galdino

Special: 
31 mar 2013

Blogópolis #47

Submitted by bardo

Hoje é o último dia de vida de um grande site para o Software Livre nacional. É o Código Livre (que já se chamou Código Aberto) quem fecha as portas. Criado pela Univates e mantido com parcerias, ele era o maior repositório de projetos de Software Livre no Brasil. Muita coisa passou por lá, incluindo alguns derivados do Kurumin, as excelentes funções ZZ, o aplicativo para envio de SMS jSMS e, claro, os programas da Univates. Entre eles, o SAGU - Sistema Aberto de Gestão Unificada, para universidades.

Também tive muitos projetos por lá. O IaraJS, que virou tema da minha monografia de graduação; a linguagem de marcação Angelbook; o sorteador de dados e nomes xlancelot. E duas outras iniciativas que muito tinham a ver com o portal: Academia Código Livre, que pretendia reunir dicas, tutoriais e foruns sobre desenvolvimento de software livre nacional; e o Losango, que dava uma interface melhorzinha, semiautomática, à página padrão do Código Livre. O Losango, inclusive, passou a ser utilizado por default depois de um certo tempo.

É uma pena ver esse grande portal fechar. Também é triste ver que é meio que uma tendência. Os "forges" estão ficando cada vez mais de lado, em função de githubs e googlecodes. São os tempos...

Há 6 anos, despedida do blogueiro Aldemir (luto)

Direto do @carlisson no identi.ca:

  • Videogame é arte? http://ur1.ca/d5pi4
  • Discussão: Jogos são ou não são cultura? http://ur1.ca/d61va via @gameblastbr
  • I have created an installer for uget in Windows (to distribute in CyanPack 13.1) @ugetdm
  • E um instalador do keepassx e outro do xournal.
  • RT @lxoliva por lo menos sería honesto  ♻ @tsolar: oye y si en vez de FLISOL le ponen FLIU (U de Ubuntu)?
  • @ugetdm CyanPack is a bimestral dvd featuring free software for windows and a linux distro (trisquel)
  • @ugetdm almost all free softwares in CyanPack are included in 2 forms: installer for Windows; installed in Trisquel
  • RT @offray Creemos en la resurrección de los muertos y el holocausto zombie. Amén.

Tirinhas, posts e podcasts da última semana:

ArtigoFontePeso
A produção cultural e os direitos autoraisRevista Espírito Livre7
Vida de Programador - Coordenador de TI2
Anonymous: Atividade total em 2013FRG* Blog2
Desativação do Portal Codigolivre.org.brBR-Linux2
Discussão: Jogos são ou não são cultura?Game Blast2
Senado esconde faltas em relatório secretoCongresso em Foco2
Talco e Show - Eu estive pensando...1
Mentirinhas - Musa inspiradora1
Pensador Louco - Pequeno Grão Mestre1
Capitão Brasil #741
A Inglaterra de volta à Idade MédiaLivre Pensamento1
Acorda Arapiraca!Agreste News1
Intolerância (aos) Religiosa(osos)Imprença1
Os idiomas do mundo no seu bolso (e sem internet)O blog do Google Brasil1
VII Blogagem Coletiva #desarquivandoBRPimenta com Limão1

Foto do post: Dark Hall, de [nicolu]

30 mar 2013

“A gente fala que valoriza a natureza, mas termina presa na cidade.”

Agenda Mundial #06 - Vida de Turista

O dia amanhece calmo. Claudia abre os olhos e vê com sonolenta estranheza aqueles móveis desconhecidos. Aos poucos vai se dando conta de que não está em casa, e se lembra de que foi a Fortaleza.

Olha o relógio: 7:19. Salta da cama e vai tomar banho, afinal de contas só tem um dia para conhecer a cidade.

O café da manhã é simples - cuscuz com carne de boi e café -, mas lhe agrada. Não é uma comida totalmente estranha, pelo contrário. Estranho é que não parece haver mais hóspedes por ali. Talvez tenham acordado antes dela e já tenham começado a vida ou, quem sabe, no meio da semana o hotel não fica tão cheio. Ou não é um hotel muito procurado mesmo.

Na verdade, pouco importa. Ela termina, tira um papelzinho do bolso e vai até a mulher da recepção.

- Bom dia.

- Bom dia.

- Como faço pra chegar na Catedral?

- A catedral... A senhora quer ir a pé mesmo? É pertinho.

- Pode ser...

- Bom, dá pra chegar a pé que é bem pertinho. A senhora pega aqui à direita e vira na primeira à direita, daí é só ir direto que chega.

- Tá, obrigada.

- De nada, fía.

Claudia segue na direção indicada. Ao que pôde ver até agora, a cidade não é muito diferente do que já viu, só é maior. Mas é bonita, bem cuidada e...

“Acabou a rua... Deve ser por aqui, já que essa outra rua é inclinada. Ah, acho que é ela lá no fim da rua...”

 

“Nossa, é enorme! Deixa nossa concatedral no chinelo mesmo.”

Ela olha a catedral do outro lado da rua enquanto faz o sinal da cruz. Caminha até a entrada, o que demora um pouco. Até o terreno antes de chegar à catedral é um tanto grande.

Finalmente entra, ainda espantada com a construção, e procura um banco para se sentar. Lá, fecha os olhos e reza.

Quase vinte minutos depois ela sai.

- Senhor? Bom dia. Como faço pra chegar no Centro de Artesanato Dragão do Mar?

- Ah... A moça né daqui não, né?

- Sou não.

- Olha, já foi no mercado?

- Não.

- Então vou dizer uma boa pra senhora: vá aqui direto que vai passar de frente ao mercado central. Aí, se quiser, a senhora faz uma visitinha. Daí quando sair pode continuar nessa rua que vai chegar na monsenhor Tabosa. A senhora vira à direita que vai bater no Dragão do Mar. Entendeu?

- Sim, obrigada.

- A senhora é de onde?

- De Alagoas.

- Alagoas... Nunca tive lá não mas dizem que é bonito.

- É... Bom, vou indo lá.

- Tá, bom proveito da cidade!

- Obrigada.

 

Claudia segue as instruções e resolve passar no tal mercado. Tempos depois, está no centro de artesanato Dragão do Mar.

“Legal! A Biblioteca Pública é ali atrás. Se eu tivesse mais um tempo... Mas ainda tenho que ir no farol e na praia do futuro e... Aqui também tem planetário!?”

E ela caminha até lá.

 

O relógio do celular marca 20:19 diante dos seus olhos. Ela sorri e liga para Herbert.

- Alô? Claudia?

- Oi, amor.

- Como foi seu dia!? Aproveitou bem a cidade? Conheceu muitos lugares?

- Tenho uma boa e uma má notícia: a boa é que não gastei muito com transporte, a má que o que eu economizei com transporte gastei com souvenir e besteiras.

- Hahaha! Mas é assim mesmo.

- Nem deu pra ir em alguns lugares. Passei a manhã toda e o começo da tarde no centro mesmo. Depois fui no farol e tive que deixar a praia e o parque ecológico pra outra oportunidade.

- É uma pena. Depois a gente vai aí de novo, né?

- É sim.

- Pelo menos a gente vai conhecer o parque ecológico juntos. É o que eu mais ia querer visitar.

- Pois é. Sabia que tem um planetário no Dragão do Mar? Fui pra uma sessão hoje à tardinha. Você ia gostar.

- Sabia que a gente tem um aqui também?

- É, né? Quando eu voltar a gente faz uma visita... Se o avião não cair.

- E por que cairia?

- Sei lá. Vou dormir. Beijo.

- Beijo. Boa noite.

24 mar 2013

Blogópolis #46

Submitted by bardo

Algumas notícias ruins envolvem problemas ainda maiores para The Pirate Bay e a péssima educação que há por aqui, por vezes assim desejada por nossos governantes.

Porém, nem tudo são trevas. Se um projeto de lei estadunidense for aprovado de fato, vai fazer uma das lutas de Aaron Swartz valer a pena. Trabalhos acadêmicos deveriam estar amplamente disponíveis. Vamos torcer! (e que repercuta no mundo todo).

Por falar nisso, algumas universidades oferecem portais de distribuição de trabalhos acadêmicos. Notadamente, há um software livre brasileiro chamado Nou-Rau, amplamente utilizado, mas cuja página de projeto (e correspondente download) simplesmente não faço ideia de por onde andam (alguém faz?). Testando um tal de Invenio então.

Há 1 ano, o conto Amanhecer de uma Era

Direto do @carlisson no identi.ca:

  • RT @faconti Richard Mattew Stallman, fez 60 anos em 16/03 :) Happy Birthday @rms :)
  • RT @filipesaraiva Quando um parlamentar contrário aos direitos dos homossexuais assume que é gay - http://ur1.ca/d4h2b

Tirinhas, posts e podcasts da última semana:

ArtigoFontePeso
Casa Branca apresenta proposta de livre acesso à pesquisa científicaRevista Espírito Livre5
Decisão da Suprema Corte dos EUA reduz restrições baseadas em direitos autoraisBR-Linux3
Mentirinhas - Segredo2
Vida de Programador - Onde eu clico?2
Talco e Show - Tô com preguiça2
Analógico: Por que tantos FPS? A relação entre o desenvolvimento de hardware e o sucesso de um gêneroGame Blast2
Os inimigos do Livre PensamentoLivre Pensamento2
Processo de criação do USQUm Sábado Qualquer2
Capitão Brasil - HQ #0061
Análise: Por trás da lenda de Zelda: Hyrule HistoriaNintendo Blast1
Cade condena Ecad por formação de cartelVias de Fato1
Design responsivo: foco no ser humanoTableless1
Direitos e deveres do cidadão brasileiroProsa Digital1
Governo Dilma prepara nova privatização das telecomunicações: o que restou de FHCBanda Larga é um direito seu!1
Myr, Ubuntu Touch e Global Jam (19)Opencast1
Nota de Repúdio ao trote racista e sexista na Faculdade de Direito da UFMGPimenta com Limão1
O Estado Mínimo da Democracia Cultural OligárquicaTrezentos1
Quando um parlamentar contrário aos direitos homossexuais assume que é gayBlog do Sakamoto1
Vem aí o 6º BookCrossing Blogueiro!Luz de Luma1

Foto do post: Universidade e Residência dos metropolitanos de Bucovina e Dalmácia em Chernivitsi, Ucrânia, de Samuel Santos.

Special: 
23 mar 2013

“Pra combinar com uma terra estranha, coisas estranhas tem que acontecer.”

Agenda Mundial #05 - Quarto de Hotel

Até que não foi tão difícil encontrar o hotel. Quarta à tarde, no Centro de Fortaleza, Claudia finalmente entra em seu quarto, larga a mala do lado, joga a bolsa e despenca na cama.

Seu braço bate em algum objeto estranho; a cabeça em outro, porém menor.

Sentando-se, ela identifica do que se tratam: o controle remoto e um sabonete pequeno, ainda na embalagem, sobre uma toalha dobrada.

- Legal. Um banho até que iria bem. Droga!

“Falta ligar pro Herbert! E nem almocei ainda...”

Decidida, ela liga a televisão – apenas pelo som ambiente -, pega toalha e sabonete e vai ao banheiro.

O celular toca pouco depois e ela volta, com o corpo parcialmente envolto na toalha. Na TV, propaganda local: ela a desliga.

- Oi.

- Até que enfim! Já estava ficando preocupado! Tudo bem por aí?

- Tudo! Acabei de chegar no hotel.

- Já almoçou?

- Ainda não, estava indo agora.

- Ok... Então de noite eu ligo. Beijo.

- Beijo.

Ela desliga o celular e se senta na cama. Traz a mala mais para perto e a abre à procura do que vestir. Abre a bolsa e coloca a mão para pegar... Surpresa: seus dedos tocam o tablet e ela se lembra da cena recente em Salvador.

Seu estômago reclama e Claudia deixa o tablet para lá. Vai se vestir e terminar de se arrumar para sair do hotel.

 

“Um dia fomos um” é a mensagem escrita na camisa de Claudia. Em cima da mensagem, o globo terrestre na época da Pangeia.

Ela caminha devagar e levemente impressionada com a cidade. Já passa das quatro horas e não deve haver muitas opções de almoço real.

Uma padaria na esquina e ela entra.

- Vocês tem o que pra comer?

O homem do outro lado do balcão sorri com certa malícia e entrega um cardápio, virando-se para os outros clientes.

- Ainda estão falando disso?

- É sacanagem mudar o nome do campeonato por causa de patrocinador! Cearense Chevrolet!? Não tem sentido! E nem tá tendo tanto carrinho assim nos jogos.

- É verdade... Mas vá se acostumando que é coisa da vida moderna. Enquanto tiverem mudando nome de campeonato, tudo bem. Ruim vai ser quando mudarem nome dos times. - Ele se vira de novo para Claudia. - E aí? Escolheu?

- Um hamburguer e um suco, por favor.

 

Claudia entra no quarto de hotel. Já é noite. Andou pelo Centro e visitou várias lojas. Joga a bolsa de compras de lado, liga a TV e se deita.

- “...acusado de assassinar o famoso político.”

Claudia não ouve mais nada, boquiaberta. A imagem, que ela viu por uma fração de segundo, parece familiar demais. Ela se levanta, desliga a TV e sai novamente do quarto.

Volta para guardar as compras alimentícias na geladeira, então sai mais uma vez.

 

Em uma lan house, ela pesquisa por notícias de Salvador. Não é difícil descobrir a notícia do assassinato tão recente.

Ex-governador da Bahia assassinado por terrorista: eis a manchete.

“Antônio... Hmmm... E o assassino é mesmo ele. Foi abordado pela polícia lá em Salvador, morto em troca de tiros!”

Um frio percorre sua espinha ao perceber o risco que correu. Mais assustador ainda é perceber que ainda corre muito risco.

- Francis...

Ela pesquisa no Google por Francis e Salvador.

- Interessante...

“Francis Salvador foi um revolucionário... Tá, mas não é isso. Próximo!”

“Francis Assis... Vereador do PSDB, mesmo partido. Mas não tem muito sentido querer matar alguém do mesmo partido para pegar um tablet, tem?”

“Francis Sampaio, jornalista do Correio da Bahia... Será que é esse? Vamos ver: Correio da Bahia”.

“Quê mais... Rede Bahia de Televisão... Será? É do ACM. Não sei se há muito sentido nisso.”

Cansada, ela deixa a lan house e volta ao hotel para dormir. Quem sabe amanhã...

18 mar 2013

As Asas da Evolução

Submitted by bardo

Um ser um dia qualquer
Encontrou perdido um sonho
E como um sonho requer
Entregou-se todo ao sonho

E esse ser descobriu
As asas de suas mãos
Mudou, assim, quando viu
Estava em evolução

E viu as asas da guerra
E as usou como quis
Mas um certo dia encerra
Sua sede de fuzis

E ganhou asas do vento
E pelas asas do tempo
Voou num tão calmo e lento
Voo tecno-virtual

E os homens vão em manadas
Pelas estradas seguidas
Enquanto mudam de asas
Como se muda da vida

-- Cárlisson Galdino

Páginas

Subscribe to Cordeis.com RSS