29 nov 2008

Jasmim #38 - Retomada

Submitted by bardo

É noite sem Lua. Uma luz. Uma luz estranha porém ilumina a praia onde Jasmim desperta.

- Jasmim!? Há quanto tempo!? Sentiu minha falta?

Ela se levanta ao ouvir a voz irritante de Klaitu. Apoiando a morningstar no chão, apenas espera para descobrir o que ele tem a dizer.

- É claro que sentiu minha falta, não é? Eu mesmo já estava com saudades de você. Você está bem, sabia? Dá pra notar como você amadureceu como guerreira por esses dias!

Jasmim continua com a mesma expressão séria de antes.

- É, vejo que muita coisa aconteceu! Agora me diz uma coisa, Jasmim. O que achou da praia de noite? Não ficou bonitinha? - A pausa de Klaitu não tem o efeito de fazer Jasmim falar ou mesmo mudar sua expressão. Então, ele prossegue. - Coloquei um pouco de luz no mar. Tá vendo as ondas fraquinhas? Dá nem pra perceber que a luz vem de lá, né? Vê as árvores também, como ficaram legais!

- Diga logo o que tem a dizer.

- Calma, Jasmim! Devia estar mais feliz depois das férias!

Jasmim suspira, tentando manter a calma.

- Se você não quer tratar do que importa, eu começo. Por que você não disse que a armadura podia deixar de funcionar!?

- Deixar de...? Não, Jasmim, não é assim, meu bem. É nisso que dá! Você é apressada demais e fica atrapalhando meu raciocínio o tempo todo! Olha, o que acontece é que esses brinquedinhos mágicos que você juntou são muito simples. Não chegam nem perto da sua arma principal. A armadura só pode ser usada para levitar três vezes ao dia.

- Por que não disse antes!? Eu quase morri por causa disso, sua voz sem corpo!

- Ei, Jasmim... Calma aí... Você está muito esquentada. A missão ainda está longe de terminar e...

- Sei.

- Bom, como eu ia te dizendo, a maça de guerra voadora também só pode ser usada três vezes ao dia. Eu não te disse isso antes?

Jasmim franze a testa com raiva.

- Eu devo ter dito em algum momento, porque...

- Não! Você não disse! Dá pra dizer o que tem pra dizer de uma vez por todas?!

- Calma, Jasmim! Eu gosto tanto de você! Fiz essa praia só pra você, sabia? Você tem que tratar bem quem gosta de você!

- ...

- Como eu te disse, essas armas são fraquinhas. Já a morningstar não, com ela você pode fazer muitas coisas e de um jeito bem diferente. Já pode enxergar no escuro que eu sei. E voar também.

- Voar? - Jasmim, surpresa, olha o cabo da morningstar e constata que há um novo símbolo. Uma ave em silhueta, com as asas erguidas.

- É sim. Voar. É diferente da armadura, pode voar à vontade. Não é legal voar? Eu acho! Não deixe de usar a armadura não porque ela ainda serve pra proteger seu corpo, né? Eu não gosto de ver você machucada. Você está bem agora mas vejo cicatrizes de algumas semanas, não é? Tenha cuidado pra não machucar seu corpinho.

- ...

- Mas é isso. Vamos continuar a missão para o mundo se endireitar. É o que você quer, é o que eu quero. Vamos logo pra tudo ficar bem.

- E o que você tinha pra dizer?

- Ah, se prepare que logo logo vai ter que viajar de novo.

- Era só isso!?

- Claro que não, Jasmim! Eu também queria te ver! Já estava com saudades, sabia?

- Idiota.

- Ah, não fala assim comigo, tá? Eu tenho nome! E é Klaitu. Mas tudo bem, pode ir agora. E quando acordar, pode colocar os anéis.

Avalie: 
No votes yet

Comentar