19 nov 2011

Warning Zone #31 - Bandida e Bond em Ação

Submitted by bardo

No episódio anterior,Pandora e Darrel debatem sobre as motos que estavam no container. Eram motos de corrida elétricas. Eles definem que cada um vai andar com uma das motos e Darrel vai à garagem modificá-las para que possam ser alimentadas pelos poderes da Pandora.

Darrel entra no apartamento e encontra Pandora vendo televisão.

Darrel: Pandora? Tá fazendo o quê?

Pandora: Ah, tá passando Big Bang Theory! Hahaha!

Darrel: Desliga isso.

Pandora: Oxe, Bem! Que é que cê tem contra o Big Bang?

Darrel: Nada contra. É que temos coisa mais importante pra tratar.

Pandora: Ah bem...

Pandora desliga a televisão e Darrel se senta na cama ao seu lado.

Pandora: Conseguiu adaptar as motos?

Darrel: Já. Ainda não está do jeito que eu queria, mas... Olha, fiz um adaptador que a gente vai levar pra quando precisarmos abastecer.

Pandora: Eu boto a mão nisso aí é?

Darrel: É, e precisa dosar direitinho a voltagem para não queimar a moto.

Pandora: Vai ser difícil. Mas é tão linda a Bandida! Não vejo a hora de sair de moto por aí. Parece moto dos Power Rangers ela!

Darrel: E, mas ela é muito perigosa. Trata-se de uma moto muito rápida.

Pandora: A Bandida também tem superpoderes! Que massa! Ei, sua moto podia se chamar Bond! De James Bond, que é agente secreto! Agente secreto é quase bandido...

Darrel: Tá, mas é sério, Pandora. Pra você ter uma ideia, o video mais conhecido é do criador dela batendo em uma besta.

Pandora: Nossa! E a gente faz o que então?

Darrel: Se fosse uma moto com assento para duas pessoas, eu iria preferir que andássemos os dois em uma, mas são motos de uso individuais.

Pandora: Ah, Bem, mas eu tenho cuidado!

Darrel: Vamos ter que andar bem devagar e teremos que praticar um pouco mais. Vamos dar uma volta?

Pandora: Oxente! Na hora!

Os dois saem do prédio de moto por Floatibá. Pouco depois estão de volta, parados diante do hotel..

Pandora: É muito diferente mesmo... Tenho que andar bem devagarzinho... Quer dizer, pro que ela pode correr. Dá pra sentir que ela tá bem devagar, mesmo ela estando rápida.

Darrel: Mas você tem que se controlar mesmo. Um acidente numa moto dessas pode ser fatal, como qualquer moto de corrida.

Pandora: É lasca mesmo. Vou ter que ficar me controlando em tudo! Pra carregar a moto, vou ter que botar pouquinha energia, pra correr eu tenho que me controlar... Já tou vendo que isso vai ser um saco!

Darrel: Hahaha!

Pandora: Qual é a graça agora?

Darrel: Agora você se sente uma super-heroína? É assim que funciona mesmo. Imagina se o super-homem não ficasse o tempo todo paranóico controlando a própria força...

Pandora: É mesmo, né Bem? Ia abrir uma porta e quebrava a maçaneta... Conseguia nem usar um computador ou um lápis.

Darrel: Exato.

Pandora: Haha! Lembrei do Big Bang agora! Eles estavam falando do Lanterna Verde. Sabia que o antigo era derrotado pela cor amarela e o novo era derrotado por madeira? Ou era o contrário...

Darrel: Desde quando você entende de heróis de quadrinhos?

Pandora: Ah, mas agora somos heróis também, né?

Darrel: É, parece que somos.

Pandora: E a gente podia criar um uniforme bacana! Desses de roupa colante colorida, que acha?

Darrel: Não, Pandora. Temos que ter foco no que é importante.

Pandora: Mas o marketing é importante também, ué!

Darrel: Tá, depois a gente conversa melhor sobre isso. Temos que agir.

Pandora: Vamo simbora! Vamos fazer o quê?

Darrel: Vamos fazer uma visita ao Oliver.

Pouco tempo depois, na base do Grupo Satã, o que foi antigamente a SysAtom Technology, os quatro vilões se reunem para discutir as próximas ações.

Tungstênio: A ação no porto foi um fracasso total. Graças ao casalzinho e à incompetência do Diablo.

Diablo: Ô chefe?

Tungstênio: Que é que foi?

Diablo: Quero me chamar Enxofre agora.

Seamonkey: Como é?

Enxofre: É! Já que o chefe é Tungstênio, vou ser outro elemento da tabela de elementos, ué!

Montanha: Ai saco! Por que não escolhe um nome logo e pronto?

Enxofre: Ah, mas é que esse nome é melhor,pô!

Tungstênio: Tá bem! Vamos chamar você de Enxofre daqui por diante!

Montanha: Esse nome não dura uma semana...

Tungstênio: Como eu estava falando, não conseguimos nem estagiários nem recursos úteis. Só palitos de dente.

Enxofre: Como é que um sujeito importa uma caixona só de palito, né? Coisa de doido!

Montanha: Pelo menos agora o Cigano se foi.

Tungstênio: Sim, isso é animador! Temos um problema a menos. Agora estive pensando que somos muito poucos, sabia? O que temos que fazer é: primeiro vamos sequestrar algumas pessoas.

Enxofre: Tou ligado, designers...

Tungstênio: Também, mas não apenas. Precisamos de professores.

Montanha: Professores?!

Tungstênio: Sim! Alguém que ensine técnicas de combate e guerra!

Seamonkey: Finalmente alguma ideia interessante.

Tungstênio: É! Precisamos aprender sobre liderança de tropas pra que possamos montar exércitos e assim dominar o mundo!

Seamonkey: De novo esse papo...

Tungstênio: E agora que os dois pombinhos não estão mais no nosso caminho...

Enxofre: Chefe?

Tungstênio: Que foi agora?

Enxofre: Está ouvindo barulho de moto lá fora?

P. S.: Publicado inicialmente na Revista Espírito Livre.

Avalie: 
No votes yet

Comentar