Agenda Mundial #11 - Depois da Aula

4 mai 2013

Depois de certas coisas, a vida não volta mais ao normal.

Agenda Mundial #11 - Depois da Aula

Tudo começou com um estranho incidente em uma viagem a Fortaleza. Justo na escala em Salvador, Claudia Muniz fora abordada por um estranho sujeito no banheiro feminino, que exigiu dela um favor incomum: ficar de posse de um tablet e procurar um tal de Francis para lhe entregar. A viagem prosseguiu normalmente e Claudia voltou para casa. O tablet veio junto.

Sábado, ao chegar, Claudia e o namorado, movidos por curiosidade, terminaram descobrindo a senha do tablet. Isso foi há dois dias.

 

Mais um dia de aula. Claudia gosta de ser professora, apesar de toda a correria.

A aula termina e os alunos juntam o material para sair.

“Sem perguntas. Eles não estão estudando. E parece que nem prestam atenção na aula.”

Ela pega suas coisas e sai da sala.

“Ou sou eu que não estou conseguindo me concentrar direito?”

Parada à porta da sala, observa as árvores no pátio. A cidade está muito quente, principalmente perto do meio-dia.

- Professora? Está tudo bem?

- Está sim, Ingride, obrigada.

- Então tá.

- Até quarta.

- Até.

São pouco mais de onze horas e Claudia caminha para a saída. Antes mesmo de chegar ao portão da escola, ouve uma voz.

- Senhorita Muniz?

Ela se vira procurando a origem da voz e encontra um homem já de certa idade, com muitos cabelos brancos. A roupa é social leve, com uma camisa listrada azul e branca.

- Pois não?

- Gostaria de conversar, se puder me conceder cinco minutos do seu tempo.

- Diga.

- Para não atrasá-la, poderíamos ir andando.

Claudia suspira.

- Vamos voltar? A gente conversa na sala de professores.

O homem balança a cabeça pensativo.

- Tenho razões para preferir que essa conversa não seja... diante de seus colegas de trabalho ou de seus alunos.

Claudia o encara surpresa, com uma certa inquietação e desconforto.

- Perdão, senhorita. Ainda não me apresentei. Sou Caio.

Agora é Claudia quem balança a cabeça pensativa.

- Caio de quê? Qual o assunto que você quer tratar?

- Sinto pelo seu desconforto. Me acompanha ao menos até próximo ao portão?

“E se houver mais comparsas dele me esperando.”

- Não. Que assunto você quer tratar?

Ele olha para os lados calmamente e fala baixo.

- Não posso falar assim, onde outros possam ouvir. Garanto-lhe que é assunto de seu interesse. E do meu também, claro. E de Francis.

Claudia se esforça para conter a surpresa daquele nome.

- Vejo que estava certo. Parte das perguntas não precisam mais ser feitas. A parte que lhe interessa tem a ver com o risco que a senhorita corre agora, neste momento.

- Risco?

- Sim, e o que eu quero é te ajudar.

- Que risco? E que assunto!?

- Você sabe do que estou falando.

- O tablet...

- Por favor...

A expressão calma de Caio muda e ele olha com desconfiança ao redor, antes de falar novamente.

- Não faça isso. Você não faz ideia do risco que corre.

“Risco... Risco...”

- Cansei dessa história, senhor... Caio. O que quer afinal?

- Você me entrega o que eu quero, nós ficamos todos bem e você se livra desse problema.

“Ele quer o tablet!?”

- Não sei se seria prudente.

- Tudo bem, como podemos fazer então?

- Não sei...

- Tenho uma sugestão: por que não almoçamos juntos e eu conversamos com mais calma, de preferência em algum lugar mais reservado?

- Não, obrigada!

- Olha, senhorita, eu garanto que não estou te enganando: há mais pessoas à sua procura e elas talvez não sejam tão corteses quanto eu. Um almoço?

- Tudo bem. - Responde Claudia, relutante – Mas não agora. Uma da tarde.

- Pode ser. Então uma hora no restaurante da Carajás.

ACALA participa do 6º Bookcrossing Blogueiro

1 mai 2013

Organizado pela colega blogueira Luma, do blog Luz de Luma, o Bookcrossing Blogueiro chegou recentemente à 6ª edição. Para quem não sabe do que se trata, vamos tentar explicar um pouco.

Bookcrossing é como é conhecida a prática de "perder livros", na qual pessoas abandonam livros de propósito em algum lugar geralmente movimentado, para que alguém os encontre e termine pegando gosto pela leitura.

O BookCrossing Blogueiro é uma iniciativa desse tipo, organizada na Blogosfera, incentivando os blogueiros a "perderem seus livros". Cada edição estabelece um período de tempo no qual os livros serão deixados nos locais públicos.

Eu já participei da iniciativa no passado e este ano tentei mudar um pouco a participação. Para os que não sabem, faço parte da Academia Arapiraquense de Letras e Artes como membro efetivo. Assim, aproveitei a última assembleia para anunciar a proposta: "perdermos" livros de acadêmicos. Felizmente, consegui juntar alguns títulos. Vejam só:

  • ACALA - História e Vida (4 exemplares)
  • Chuva Estelar, de Cárlisson Galdino (5 exemplares)
  • Desafio, de Cícero Galdino (3 exemplares)
  • Jasmim, de Cárlisson Galdino (5 exemplares)
  • Meditar é Viver, de Claudio Olimpio (5 exemplares)
  • O Bandeira e as duas Redes Brancas, de de Manoel André (4 exemplares)
  • O Despertar da Existência, de Claudio Olimpio (1 exemplar)
  • Sussurros do Maçacará, de Carlos Conceição (2 exemplares)
  • Um Novo Despertar, de Inês Amorim (5 exemplares)
  • Virtudes da Alma, de Claudio Olimpio (4 exemplares)
  • Além de alguns exemplares do Informativo ACALA. alguns livros de outros autores e cordéis

É, até que foram um bocado de livros! Espero que quem encontrou um desses livros possa apreciar bons momentos com ele.

Special: 

Sempre Faltará

29 abr 2013

Faltará sempre assunto a conhecer
Para todos os que se julgam sábios,
Para quem deixa escapar dentre os lábios:
"Domino toda a fonte do Saber".

Não tão mais perto está quem tenta crer
E com justeza, que o grã dom dos sábios
Não deseja por morada palácios
Que, com arrogância, esbanjam poder

Quem não deseja levitar na asa
Tão divina, magnífica, dourada
Dada apenas àqueles que a merecem?

Sabedoria sabe escolher casa
Não se engana com a prata ostentada
Tem pedras que bem mais que nós conhecem

-- Cárlisson Galdino

Agenda Mundial #10 - Tablet pra Dois

27 abr 2013

Será que a curiosidade pode poupar o gato?

Agenda Mundial - Tablet pra Dois

Em casa, Claudia e Herbert se olham sentados no sofá. A dois passos, a mala aberta. Diante deles, o tal tablet que Claudia pegou em Salvador.

- Esse é o tablet?

- É.

- GWDHC... Que marca é essa?

- Não faço ideia.

- Já ligou?

- Já sim. Ligue pra ver.

- Vamos lá...

Herbert liga o dispositivo e espera atentamente a inicialização concluir. A imagem fora de sintonia se mexe, com partes se rearrumando enquanto a sintonia volta, aos poucos. Ao fim, lá está aquela foto de novo.

- Caramba... Era dele?

- Era. Você conhece?

- Não, mas apareceu na televisão que ele foi assassinado, não foi?

- Ai, Herbert, é disso que eu estou falando! Ele foi morto por causa disso! E quem matou queria que eu encontrasse um tal de Francis para entregar.

- Vamos ficar calmos, tá? Isso pode ser algo grande. Pode ter a ver com o Governo, já que estava com um político, não é? Tipo, pode ter a ver com a Ditadura ou algo como Wikileaks...

- Wikileaks...

“Se fosse wikileaks não estaria com um político, estaria? Ainda mais um antigo. Estaria com algum grupo que divulga as coisas. … Poderia ter sido roubado de alguma ONG pelo político, mas... E a foto dele? Não, isso é dele.”

- Acho que não, Herbert. E esse GWDHC?

- Pode ser um produto chinês. Você já viu as marcas que aparecem por aí? Cada uma mais estranha que a outra!

- É, eu pensei nisso também...

- Já tentou entrar?

- A gente devia entregar isso à polícia.

- Está maluca? E se esse Francis aparecer atrás dele?

- Hmmm...

- Vamos ver... 12345.

- O que está fazendo!? Tá doido?

- É uma senha comum de se usar!

- Pare com isso!

- Ah, não foi. Qual o partido dele mesmo?

- PSDB.

- Ah, você conhece?

- Pesquisei um pouco sobre ele, mas...

- Não foi também.

- Para com isso! E se bloquear?

- O que acontece? Nada demais ué! A gente já tá lascado mesmo!

Os dois se olham com cara de espanto e logo sorriem.

- Tá, tudo bem. Vamos pesquisar sobre ele. - Claudia se levanta e é seguida pelo namorado até o computador.

 

- Pelo menos tem algo bom: até agora ainda não bloqueou.

- É verdade.

- Ele era do PFL e foi para o PSDB. A senha não é nenhum dos dois partidos.

- Podemos começar a usar números que ele usou em campanha.

- Vamos ver se descobrimos.

 

- Foi!

“O primeiro número de candidato que ele usou, seguido do partido atual, separado por exclamação.”

A tela abre mostrando alguns ícones. Há um aplicativo “Notes”, uma... Calculadora? No final dos aplicativos há cinco arquivos. Devem ser arquivos, já que o ícone dos cinco é o mesmo. Os nomes, porém, são códigos estranhos.

- Vírus?

– Arquivos.

- E por que os quatro estão com o nome assim?

- Quatro?

Herbert aponta para o primeiro deles. Está escrito “Água”.

Os dois olham com um frio na barriga. No fundo da tela, o ícone da GWDHC como marca d’água.

BR-Láctea

22 abr 2013

A vida na luz dos sonhos reluz
Tudo o que produz é pra si amparo
No raro momento de paz ao vento
Sem o tormento de estar em apuros

A alma com furos em pleno escuro
No muro futuro se sente segura
A esperar a volta do próprio existir
Existindo sempre pelo que há de vir

E os sonhos que sempre se mostraram sem defeito
Ao ver que nenhum deles foi satisfeito
Vê que não tem mais jeito: terá que seguir

E a estrada tão distante tão irreal
Que nos leva ao país do carnaval
Nos espera com seu asfalto negro-jasmim

-- Cárlisson Galdino

Engenho: 

Blogópolis #50

21 abr 2013

Árvores

Chegamos à 50ª edição de Blogópolis! Isso por um lado é bom, afinal é sempre bom quando conseguimos cumprir com projetos. Por outro lado, tenho uma má notícia: devido ao recente e brutal encurtamento do meu tempo livre, Blogópolis vai ser engavetada. Talvez volte no futuro, ainda não sei.

Então, continuem visitando o Bardo WS (que infelizmente atualizarei também com pouca frequência) e me acompanhem no identica.

Há um ano era publicado o conto O Espectro

Direto do @carlisson no identi.ca:

Tirinhas, posts e podcasts da última semanaFontePeso
Veja a íntegra do pronunciamento da Igreja Presbiteriana Unida do Brasil (IPU)Congresso em Foco6
Templates client-side com Mustache.jsTableles3
Mentirinhas - Caco 1202
Consultoria estima 1,2 milhão de relógios inteligentes em 2013Mundo sob Demanda2
CorruptecaFGR* Blog2
Mozilla se posiciona a favor do Marco Civil da InternetRevista Espírito Livre2
Um Sábado Qualquer - 1062 - Dúvidas1

Capitão Brasil #82

1
Aggregga: uma alternativa brasileira ao Google Reader com foco no socialInfowester1
Commodity Digital? Não sou facinhoPô, meu!1
Planeje a sua pós-vida digital com o gerenciador de contas inativasO blog do Google Brasil1
Recupere arquivos e até partições com o testdiskUbuntero1
Reunião em Curitiva em defesa do Estado Laico e contra a PEC 99/11Livre Pensamento1
Varejistas repassam desoneração e reduzem preços de smartphones da faixa sub-R$1500BR-Linux1

Foto usada no post: April, de bigcityal.

Special: 

Agenda Mundial #09 - Retorno

20 abr 2013

Agenda Mundia #09 - Retorno

É sábado e Claudia acorda com o despertador do celular. Liga a TV e vai ao banheiro começar o seu dia. Toma banho ao som daquela programação de madrugada.

A palestra... Até foi bacana, mas não deu pra aproveitar toda. Não com a cabeça no tablet.

Logo termina o banho, veste-se e abre um pacote de biscoito. Come com certa pressa, já que a viagem é hoje e precisa arrumar a bagagem.

Sente que vai levar boas lembranças daqui, mas o peso de sua bagagem é o que mais vai marcar.

 

- É, eu fiquei lá na academia mesmo. Por que não ficou lá?

Bernardo e Claudia conversam durante o voo de volta a Maceió.

- Não é apropriado.

- Sei, você é comprometida?

- Sim.

- Ah, mas a turma sabe se comportar, não precisava ter ido pra hotel não, já economizava dinheiro.

- …

- E se enturmava mais com o pessoal.

- Achei melhor assim.

- Tudo bem. Não posso nem te censurar. O Sertão também terminou preferindo ficar no hotel! Por ele nem me importo tanto, mas eu ia adorar se você tivesse ficado mais pertinho da gente.

Claudia sorri meio sem graça.

- E o que você achou da palestra?

- Boa.

- Foi, não é? Acho que esse tipo de valorização é o que falta no esporte, sabia? Chamar gente que já chegou mais longe pra falar pra molecada. Assim o povo se anima mais e vê que tem que levar o esporte a sério.

- Hmm-hum...

- A gente tá querendo trazer o Popó, mas agora que ele é político tá mais difícil, sabe? E você? Começou como no Boxe? Tá gostando?

- Eu e o Herbert começamos pra ter alguma atividade física.

- Entendo... E o que estão achando?

- Legal.

- As pessoas tem uma ideia errada do esporte. Se as pessoas soubessem como é, aposto como as academias estariam lotadas! Você faz o quê? É de Arapiraca mesmo?

- Sou professora.

- Bacana...

- Vou descansar um pouco, tá?

- Tudo bem. Se precisar de qualquer coisa, estou aqui pertinho.

 

- Está com fome?

- Não, obrigada.

O alarme sonoro toca anunciando a fala do piloto: Estamos nos aproximando do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Tripulação, preparar para procedimento de aterrissagem.

As aeromoças começam a checar os passageiros, pedindo para que coloquem as poltronas em posição vertical e etc.

- Podemos almoçar no aeroporto, não é melhor?

- Vou almoçar em casa.

- Mas já é quase meio dia.

- Eu prefiro assim.

- Tudo bem, então a gente vai pra Arapiraca logo. Sem problema.

- “A gente”?

- É, você não volta comigo?

- Não, o Herbert veio me buscar, deve estar me esperando.

- Ahh... Que pena. Então tá.

 

Após uma despedida rápida, Claudia se afasta de Bernardo arrastanedo sua bagagem para encontrar Herbert.

- Oi, amor. Correu tudo bem na viagem?

- Correu sim. Tá com fome?

- Hmmm... Herbert... Vamos embora logo. Você está?

- Um pouco, mas pensei que você poderia estar com mais fome, já que acordou cedo pra viajar.

- Vamos embora, a gente come alguma coisa no caminho.

- Por mim tudo bem, vamos?

- Vamos. E tenho umas coisas bem interessantes pra te contar.

- Sobre o Sertão?

- Não necessariamente, mas já já eu te digo. Vamos embora logo que a gente tem que se livrar do porre desse irmão do Bart!

Minha Montanha

15 abr 2013

Um dia pensei já me conhecer
Da minha vida eu detinha o controle
Até que do nada você chegou
Meu castelo de areia se desfez

Um dia a gente se viu e apesar
Dos contratempos, foi um dia mágico
A despedida só deixou o vazio
Só não pensei que fosse durar tanto...

Um dia pensei que minha poesia
Era uma arma de grande poder
Mas não conhecia ainda o teu sorriso

Como dormir se logo estarei longe?
Como dormir se hoje você está aqui?
Que fazer? Minha montanha é você!

-- Cárlisson Galdino

Blogópolis #49

14 abr 2013

Enquanto uns planejam tirar o Ministério Público da jogada, aumentando a impunidade no país, outros querem corrigir a bagaceira política. Uma das novidades é o projeto para acabar com os Tribunais de Contas, que na prática não cumprem seu papel, sendo coniventes (segundo proponente do projeto) com corrupções diversas dos prefeitos e, bom, sempre podemos esperar que as coisas melhorem, mesmo que a experiência mostre que a caba passo que o Brasil dá pra frente, dá outro pra trás. Já que não podemos impedir essa dança, resta-nos tentar fazer o possível para que ao menos os passos pra frente sejam maiores...

Há 6 anos apresentei PortableApps. Hoje o projeto é um mundo!

Direto do @carlisson no identi.ca:

  • RT @lxoliva @fisl que categoria usar para palestras sobre Boot Restrito, sobre a história de 30 anos do !GNU, sobre a formação de hacker ...
  • RT @aracnus Alguém poderia avaliar se o que está escrito nessa página: http://is.gd/6XMUqt torna esse software incompatível com a GNU LGPL?
  • RT @filipesaraiva "Se apoiar direitos é coisa do diabo, quero o diabo do meu lado" http://ur1.ca/dc6hp
Tirinhas, post ou podcast da última semanaFontePeso
Ex-auditora acusa tribunais de contas de conivênciaCongresso em Foco10
Mentirinhas - Oportunidade da vida4
Vida de Programador - Ninja4
Michael Specter: O perigo da negação da ciênciaLivre Pensamento4
Um Sábado Qualquer - Expectativa x Realidade3
O fim de uma Era? Entenda as mudanças na indústria e no perfil dos gamersGame Blast3
Uma rápida olhada técnica no Firefox OSSoftware Livre-Mobile3
Aplicativo gratuito traduz voz e texto em português para língua de sinaisMundo Sob Demanda2
Massacre do Carandiru segue e seguirá impuneImprenÇa2
WikiLeaks publica mais de 1.7 milhões de registros sobre os EUA como parte do lançamento do 'PlusD', o seu novo repositório pesquisávelRevista Espírito Livre2
Talco e Show - Medo de Tubarão1
Ciência Sobrenatural: Células ZumbisContos Sobrenaturais1
Como ensinar os jogadores a jogarem seu jogo? Reflexões sobre os tutoriaisNintendo Blast1
Crise e baixas vendas - entenda como o PlayStation 4 pode ser o último console da SonyPlayStation Blast1
"Deputados e empresas estão bloqueando votação do Marco Civil da Internet"VIOMUNDO1
Falha em atualização do Windows força usuário a formatar o sistemaG1 Tecnologia1
Leis e desordem: PLs de internet no PaísLink Estadão1
Melhorando a performance do linuxViniciusMuniz.com1
Presidente Dilma sanciona isenção de PIS e COFINS para smartphones. Agora vai?Blog Infowester1
Quando tudo é urgente, na verdade nada éEfetividade1
Tails - Um Sistema Linux que foca na sua segurançaLinux Descomplicado1
Valorizando meu tempo onlineSergio Blog 2.41

Foto do post: Dancing shoes, de drw25.

Special: 

Páginas