Dragão de Cobre

26 nov 2009

Sou um dragão de cobre, como um nobre imperador
Não sou de montaria, ninguém vai pisar em mim
Se à noite eu te sirvo como vassalo pastor
É ao nascer do dia que eu te mostro a que vim

Se eu me rendo ao teu amor
É que eu sei precisar
O cálculo do tesouro
Que eu tive e que eu posso juntar

Sou um dragão de cobre, nasci de dentro do chão
Sou firme como a rocha, belo e imenso como o mar
Andante orgulhoso, nunca temi solidão
Traga do mesmo orgulho se quiser me acompanhar

Se eu me rendo ao teu amor
É por não saber mais lutar
Contra o anzol que me fisgou
Do brilho do teu olhar

Sou um dragão de cobre, mato por qualquer razão
Minha sagacidade virou lenda em meu país
Gigante e monstruoso, com meu sopro de trovão
Sou nobre e invencível, só me venceu quem eu quis

Se eu me rendo ao teu amor
É que só de ti sei gostar
Como um filhote que quebrou
O ovo e você estava lá

Gênero: 
Special: 
Avalie: 
No votes yet

Comentar