Fótons Fatais

Mendigos humanos eram minhas presas
Com minhas presas sugava seu sangue
Alma sedenta pela noite sombria
Alma negra que as noites cobria

Sem aliados, sozinho vagava
Em forma alada, sozinho nas trevas
Até que guerreiros surgiram um dia
Vencer os humanos, achei que podia

Fótons fatais rasgam todo o meu corpo
Fótons solares ferem meus olhos
Fótons malditos vêm do Sol a mim
Feixes de fótons decretam meu fim

Imobilizado no alto de um prédio
Impossibilitado de qualquer ato
Desde que morri tenho sido tão ruim
Vai ver talvez seja melhor assim

Engenho: 
Avalie: 
No votes yet

Comentar