7 abr 2010

Interpretação

Submitted by bardo

Ele prefere deixá-lo sozinhoBala de Fuzil
Viu em seus olhos brilhos apagados
Então se vira e retoma o caminho
Pra trás, um homem ainda em pedaços

Quando pensou em matar o andarilho
Naquela hora em que seus olhos via
Quando já tinha o dedo no gatilho
Viu: era aquilo que o homem queria

Por isso o deixou vivo na cidade
Se disparasse um tiro de fuzil
Seria o homem feliz de verdade

Como castigo o deixou e partiu
Atingiu-no a bala da piedade
Mas não foi piedade que sentiu

-- Cárlisson Galdino

Special: 
Avalie: 
No votes yet

Comentar