Ouya: um Videogame Indie do Futuro

24 jul 2012

Ouya, console e joystick

O mundo está mudando. O que era físico está cada vez mais partindo para "as nuvens". No mundo dos games não é diferente. Até a Nintendo, que antes abominava a ideia, já está trabalhando com DLCs (Downloadable Content) e vendendo via loja virtual os mesmos jogos que podem ser comprados em mídia nas lojas.

Há uma ideia por aí de que no futuro os jogos rodarão em mainframes e nossos videogames, em nossas casas, serão meros "terminais". Nós interagiremos com o console, que mandará os "pulsos do joystick" até os servidores remotos para que o video do jogo seja atualizado na tela. É uma ideia interessante, porém perigosa, como tudo que vai para as nuvens. Qualquer instabilidade na conexão com a internet impediria a jogatina. No fim das contas, essa mudança pode se mostrar inevitável com o tempo, mas há outra mudança mais sutil e interessante para os gamers, que já acontece há anos e às vezes passa despercebida. O modelo "Free to Play".

A ideia já vem sendo utilizada há alguns anos em jogos de redes sociais e em MMORPGs. O princípio é que qualquer um poderá jogar gratuitamente. Você só paga se realmente gostar e quiser um algo mais. Alguns jogos cobram por certos itens especiais a serem usados dentro do jogo, outros pela ativação de novos recursos ou acréscimo de novas fases, outros ainda tornam gratuita apenas uma versão demo, cobrando pela versão completa.

É em torno desse modelo e fundamentado no bem-sucedido Android, que surge um novo projeto de videogame para disputar pela nossa atenção: o Ouya.

Apesar de funcionar com Android, o Ouya  não pretende trabalhar com meros portes de jogos mobile. Ele planeja ir muito mais longe, trazendo jogos ricos em recursos visuais, de alta qualidade. Veja os dados técnicos previstos:

  • Processador Tegra3 quadcore
  • 1GB RAM
  • 8GB de memória interna
  • Conexão HDMI para TV, com suporte a até 1080p HD
  • WiFi 802.11 b/g/n
  • Bluetooth LE 4.0
  • USB 2.0 (uma)
  • Joystick wireless com controles padrão (dois direcionais analógicos, um digita, oito botões de ação e um botão de sistema), uma área sensível a toque
  • Android 4.0
  • Ethernet

É um projeto que realmente promete, mas está um pouco longe de se concretizar. Quer dizer, não muito. Os criadores do Ouya criaram uma campanha no site de financiamento social Kickstarter, objetivando conseguir US$ 950.000,00 em doações. Acontece que o valor foi atingido em questão de horas e eles já ultrapassam a marca dos US$ 5.000.000,00 (isso mesmo: cinco milhões de dólares!).

Como é comum em financiamento social, os patrocinadores recebem recompensa por ajudar. No caso do Ouya, a recompensa pode ser desde a reserva de um nome de login exclusivo até um console Ouya personalizado. As doações ainda podem ser feitas por mais uns dias (até o dia 9 de agosto (ou seria dia 8?) e você ainda pode ajudar (e garantir seu console)!

Ainda não está convencido? Dá uma olhada no video de apresentação do projeto:

Avalie: 
No votes yet

Comentar