9 set 2009

Paradoxais

Submitted by bardo

Devo confessar que de certa forma eu sonho com os holofotes. Em respeito ao que escrevo, ao meu lado artista como um todo. Para quem sabe assim, colocar minhas opiniões sobre tudo o que anda tão errado mundo afora e talvez contribuir com meus dois centavos para um mundo melhor. Pelo menos é assim que vejo, vai que meu lado subconsciente furtivamente construiu isso no meu lado consciente como uma ilusão para chegar onde ele mesmo quer. Não sei qual a real e talvez nunca saiba. O engraçado é que, ao mesmo, tempo, protejo minha vida pessoal e não gosto de expô-la.

Por que às vezes queremos tanto dois caminhos opostos, ou aparentemente opostos. Na escola eu era muito bom em matérias exatas e linguísticas. Escolhi Ciência da Computação e hoje escrevo cordéis, contos, romances e músicas. Curioso. Mais curioso é que, guardadas as diferentes proporções no decorrer da vida, sempre foi assim. Por que às vezes quero fugir para uma terra distante e ao mesmo tempo não desisto de sair daqui? É lamentar a sociedade em que se vive e maldizê-la mas ao mesmo tempo continuar nela e agindo nela, na esperança de que talvez mude ou sei lá que razão é essa. Paradoxal. Eu não entendo, você entende? Por que somos tão paradoxais? (se quiser, pode se incluir nesse "nós" também, eu não ligo)

Desculpem-me a ausência neste blog. Problemas pessoais que, como disse, tento proteger não sei ainda pra quê exatamente. E sempre tenho que passar por certos problemas pessoais. A essa altura nem digo isso como um lamento, acho que já me acostumei a essas coisas... Bom, agora mesmo estou atrasado para a assembléia da ACALA, mas tinha que escrever isso. Por quê? Quem descobrir que me diga...

Avalie: 
No votes yet

Comentar